Férias

30.06.08

Pois é meus amigos, aqui a Isabelinha entrou hoje oficialmente de férias!!!

Portanto não estranhem a minha ausência...Vai ser um mesinho de sol, mar e descanso, muito descanso .....

Vou ter saudades vossas mas vou voltar aqui de vez em quando.

Façam o favor de não me esqueçer tá......

 

Bjinhos para todos

publicado por Subjectividades às 14:44

Mimos & amizade

26.06.08

 

   

 

Bem amiga Bichana, estavas a dizer que não recebias miminhos há algum tempo vê se chegam....são todos para ti!!  

publicado por Subjectividades às 12:46

Mais Mimos.....

26.06.08

Bem este é mais que um miminho só! porque, veio de uma amiga que além de ter um blog 10 estrelas sabe efectivamente comentar!

Obrigada Mel, de coração!

Passá-lo a quem?? Todos vocês o merecem portanto, vou passá-lo á pessoa que há mais tempo me comenta, que com a sua atitude me encorajou a continuar e que com o tempo se transformou também numa grande amiga.

É para ti Bichana

 

publicado por Subjectividades às 10:51

Mimos!!

26.06.08

Este foi mais um miminho da minha mais nova amiga Mariana

Fico toda feliz e babada por receber coisinhas destas de pessoas que têm blogs excelentes!

Obrigada minha amiga!

E como é da praxe, vou passá-lo mas desta vez a todos aqueles que não tendo um blog se dão ao trabalho de passar por aqui. A vossa amizade é também muito especial para mim!

publicado por Subjectividades às 10:31

Meu amigo desconhecido

26.06.08

Sinto a sua falta sem saber onde.

Tenho saudades de um riso que jamais vi.

Penso em você sem saber quando.

escrevo-lhe sem saber quem.

 

Sim, meu amigo

 

Eu ainda continuo fumando e andando descalça

Ainda bebo café e tenho insónias

Não me canso de ouvir música

E ainda dirijo como uma adolescente.

 

Moro na mesma casa

Mas não durmo na mesma cama

Colecciono livros, marcados com minhas anotações inúteis

A minha letra continua bonita.

 

Ainda devo ao banco e só uso cartão de crédito

Mas não talão de cheque

Nem bijutaria

Ou as mesmas roupas que costumava usar

 

Sempre esqueço que uso óculos

E ainda sonho em viajar

E descer o rio

E pular da ponte

E reclamar que a caminhada é muito longa

E a subida muito íngreme.

 

Tenho os mesmos pesadelos

E pressentimentos.

A mesma preguiça de acordar

A mesma luz no olhar

A mesma forma de amar

 

Tenho os mesmos sonhos

Outros tantos que não pude lhe contar

As mesmas cicatrizes e as suas em mim

E os mesmos cabelos brancos que lhe esperam.

 

Sim, meu amigo

 

Parece que o tempo correu mundo

E se esqueceu de mim

Perdida na esquina da vida

Ou sentada numa poltrona de cinema

Pensando que sou a única espectadora

de um filme que não verei a seu lado.

 

É verdade, meu amigo.

 

Ainda amo a mesma pessoa

Ou a sua mesma sombra

E sofro os mesmos males e

Choro pelos mesmos medos e sonhos

Que não pude tocar com a palma desta mão.

 

Sim...ainda tenho as mesmas mãos,

Com os mesmos traços, linhas e calos.

Nada mudou... a não ser chamar-lhe de

Meu desconhecido amigo.

 

 

 

 

PS- O texto não é meu, mas é tão bonito e diz-me tanto que não resisti a publicá-lo.

publicado por Subjectividades às 09:28

Era uma vez...II

23.06.08

  

Contas-me a história Madrinha?

Vá, chega para cá então! 

 

Lembras-te onde acabou ?

Não? Então, a mulher que falava sozinha acordou, e a árvore tinha desaparecido!

Ah! pois...

E onde é que ela foi Madrinha?

Não sei muito bem, lembras-te de te dizer que era uma árvore exótica? Pois então, pertence a outros mundos que a mulher que falava sozinha não conhece. Provavelmente está lá junto dos seus iguais!

E a mulher?

Bem a mulher sonhou que era uma folhinha pequenina não foi?.

Á medida que os dias passavam ela começou a perceber que se calhar,  nunca mais ia ouvir a sua árvore. Ficou muito triste sabes e, sempre que se lembrava dela começava a chorar só que, cada lágrima que caía era uma folhinha pequenina muito verde e ela começou a achar aquilo muito estranho! cada vez chorava mais e quando foi a dar conta já era um arbusto grande, cheio de folhas verdinhas!

Um arbusto? Assim como aqueles do jardim da avô?

Sim! Só que ainda mais bonito!

Mas Madrinha então ela era mulher e virou arbusto? E se ela chorava então foi a cara dela que ficou arbusto??

Não meu querido! Olha ela falava, falava e ninguém ouvia não era? Agora ela chorava mas também ninguém via, as lágrimas caiam e iam direitinhas para o coração.

O coração dela é que era o arbusto entendes!

Ah!! E depois??

Bem depois a mulher que falava sozinha continuou a fazer as mesmas coisas que fazia mas sempre com muitas saudades da sua árvore. Perguntava-se onde estaria ela, porque é que teria ido embora, será que voltaria? Aos poucos deixou de falar tanto sozinha e começou a sorrir mais. Começou a olhar para o que a rodeava com outros olhos e já não chorava tanto, só que o arbusto continuava a crescer!

Então era quase uma árvore ?

Ainda não, ela tinha ainda muito que aprender para se tornar uma árvore!

Tinha que ir á escola? Como eu?

Não! Ela já era uma mulher, já tinha andado na escola como tu. Mas na escola não lhe ensinaram o que lhe ensinou a árvore.

Não?

Então o que foi que aprendeu?

Aprender a ouvir falar o coração!

O coração ? Mas o coração também fala?

Fala pois!

E o meu também fala?

 Claro que sim!

Mas eu nunca ouvi!?!

Então agora vais dormir, quem sabe consegues ouvi-lo!

Achas que sim Madrinha?

Acho meu amor, acho!

E depois também me nascem folhas??

Para já não, isso só quando fores grande!

Vá, vamos lá dormir.

Depois contas-me o resto??

Conto.

Até amanhã madrinha!

Até amanhã pimpolho!

publicado por Subjectividades às 09:15

Era uma vez

16.06.08

Madrinha contas-me uma história???

Hum...deixa cá ver, e qual vai ser?

Inventa tu.

Tá bem, então chega para cá!

 

Era uma vez uma mulher que falava sozinha. Ela falava, falava mas as pessoas não a ouviam.

-Era muda?

Não, falava com ela mesma, sem produzir sons, falava com o coração, com a cabeça, como se pensasse só.Bem então falava, falava até que um belo dia uma árvore a ouviu.

-Uma árvore? Elas também falam?

Claro que sim!

-Ah! pois como aquelas do senhor dos anéis.

Sim, mas esta era uma árvore linda, com raízes fortes e ramos vigorosos, uma árvore exótica que ela nunca tinha visto por aquelas bandas.Tinha uma voz melodiosa, falava tão bem que a mulher adorava ouvi-la e conversar todos os dias com ela. Era uma voz mágica! tão mágica que conseguia transformar a tristeza em alegria, um dia nublado num dia de sol , brilhava tanto que empalidecia todas as estrelas do céu!

-Todas? Mais que a estrela polar?

Mais, muito mais!

-Ah!

A mulher gostava tanto daquela árvore que os melhores momentos da vida dela eram quando a ouvia. Por mais longínqua que a sua voz lhe chegasse, eram sempre momentos encantados, cheios de paz e de magia.

-Ela tinha uma varinha como o Harry Potter?

Não, mas era sábia, era do bem...

A mulher que falava sozinha, sentia-se tão bem mas tão bem que sonhou que era uma folha pequenina daquela árvore....

Ficou tão feliz que acordou e...a árvore tinha desaparecido!

-Oh! já acabou?

Já amor, já acabou, agora dorme.

-Amanhã contas-me o resto?

Tá amanhã conto-te mais.

-Até amanhã Madrinha.

Até amanhã pimpolho!

publicado por Subjectividades às 11:08

Momentos...

11.06.08

 

Há momentos em que agimos por impulso

e o mesmo revela-se errado!

Há momentos em que ansiamos por um pouco de calor

e só nos chega frio!

Há momentos, em que por momentos

o sorriso desaparece!

 

Não passam de momentos...

 

Eu já aprendi que tudo pode

ser sempre certo ou errado!

Que o frio não mata!

Que o sorriso esse volta sempre!

Por isso, vou continuar a dar, a dar-me a preocupar-me a ter impulsos!

 

Só assim sou Feliz!

publicado por Subjectividades às 13:33

Carinhos!

09.06.08

Este foi mais um carinho oferecido pela minha querida Bichana

E como carinho nunca é de mais vou passá-lo a blogs excelentes de pessoas de quem eu  gosto muito também.

 

Lalunia

Sopa de Poemas

Estrelinha

Coisas de coração

Inêscabral

AnaMaria

Cafécom nata

Tibéu

Emanuela

Cuidando de mim 

 

Há muitos mais mas ficam para uma próxima vez porque carinho  é todos os dias!

 

Obrigada Bichana de coração!

 

sinto-me:
publicado por Subjectividades às 10:35

Divagando

06.06.08

Tenho os pneus carecas

tenho a prestação

tenho a consulta do cão!

Tenho a luz, a água, o telefone

Vou à caixa do correio

mas nunca lá vejo dinheiro!

Só, contas para pagar

e coisas que não posso comprar!

Bolas, eu trabalho, trabalho, trabalho...

e o dinheiro não dá pra um c*

Que raio vou eu fazer!?!

Já pensei mudar de País

mas será que ia ser feliz?

Afinal eu aqui sempre tenho

Um banquinho,

se precisar de carinho

tenho a Bichana, tenho a Jianna,

há sempre alguém para cuidar de mim.

Tenho pingos de Mel à discrição

Um ramo de cheiros sempre à mão!

tenho sopa de poemas

Café com natas,

Uma estrelinha para me iluminar,

uma estrela do sul para me guiar,

uma jangada(de canela) para viajar,

tenho um Pinhal(Lipa)

Ouço uma Voz, conheci um Fugitivo, 

uma Infiel, uma Lalunia, uma Complicada, a Inês

Tenho Coisas de Coração, Pérolas, Lágrimas (preciosas)

Palavras cintilantes, justmomentes, e tantos outros!

Tenho a indispensável e afinal tenho tanto!

Dinheiro??? realmente não dá pra um c*

Acham que me vou chatear?

Afinal eu tenho o que dinheiro nenhum pode comprar

 «AMIGOS»

 

E agora, deixo-vos a música dos Xutos que também me faz devanear, sonhar...

Um Bom, optimo, excelente Fim de Semana! 

 

publicado por Subjectividades às 09:00

mais sobre mim

pesquisar

 

Junho 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
24
25
27
28
29

comentários recentes

  • Faz 1 mês que o meu Querido E Adorado Pestinha poi...
  • Obrigada pelo comentário :)Temos de ser nós a muda...
  • que posso dizer depois esta festa a desfilar no Sa...
  • Ainda bem k eu tenho uma amiga de verdade!!!!!te a...
  • Obrigada :')Adorei este post! Deixa-me a reflectir...
  • Acho que a música ainda tem muitos segredos por de...
  • Olá Paulo!Não quis de modo nenhum misturar música ...
  • Olá!É um ponto de vista a explorar esse de que alg...
  • Isabel, se considerar que a música é vibração tal ...
  • O assunto e conceito de amizade é muito extenso e ...

favoritos

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

eXTReMe Tracker

mais comentados